Oplin Fab Lab

A Oplin Fab Lab é um laboratório de fabricação digital que surgiu com o objetivo de fomentar a criatividade e o desenvolvimento de projetos apoiados na filosofia do “Faça Você Mesmo”. Além de compartilharmos ferramentas e equipamentos, vivemos num ambiente que estimula a criatividade e inovação através da experimentação, da troca e do conhecimento transdisciplinar.

Fab Lab faz parte de uma rede mundial de laboratórios locais de fabricação digital com o objetivo de fomentar a criatividade, inovação e a prototipagem de ideias, através do acesso a equipamentos e conhecimento.

Além do maquinário digital obrigatório, cada Fab Lab é livre de complementar o seu laboratório com outros processos, materiais e ferramentas que sinta necessidade como: consumíveis, eletrônicos, livros, softwares e ferramentas manuais.
O inventário completo encontra-se aqui.

Máquinas obrigatórias:

  • Cortadora de vinil
  • Cortadora a laser
  • Fresadora de precisão
  • Fresadora de grande formato
  • Impressora 3D
  • Bordado
  • Máquina de Costura
  • Sublimação

O que é um FabLab?
FabLabs são uma rede global de laboratórios locais que fomentam o espírito de inovação e criatividade oferecendo acesso a ferramentas de fabricação digital.

O que está num FabLab?
FabLabs possuem um inventário comum com as capacidades essenciais para criar (quase) tudo, permitindo a partilha de projetos entre pessoas.

O que fornece a rede FabLab?
Assistência operacional, educacional, técnica, financeira e logística para além do que está disponível localmente dentro de um laboratório.

Quem pode usar um FabLab?
FabLabs estão disponíveis como um recurso para a comunidade, oferecendo acesso livre a indivíduos, assim como acesso à programação agendada.

Quais são as tuas responsabilidades?
Segurança: Não ferir pessoas ou equipamento
Operações: Ajudar com a limpeza, manutenção e melhoria do laboratório
Conhecimento: Contribuir com documentação e instruções.

Quem possui as criações num FabLab?
Projetos e processos desenvolvidos em Fablabs podem ser protegidos e vendidos sempre que desejado, mas devem permanecer disponíveis à comunidade para uso e aprendizagem.

Como podem as empresas utilizar um FabLab?
As atividades comerciais podem ser prototipadas e incubadas num FabLab, mas não devem conflitar com outros usos. Tais atividades devem crescer para além do laboratório, e é expetável que beneficiem os inventores e os Fablabs que contribuem para o seu sucesso.

Origem da Fab Lab
A rede Fab Lab iniciou em 2001 no MIT, quando Neil Gershenfeld, diretor do Centre of Bits and Atoms criou a disciplina chamada “How To Make (almost) Everything” (Como fazer quase de tudo) onde os alunos através do acesso a ferramentas de fabricação digital podiam produzir com as suas próprias mãos, aquilo que elas sempre sonharam. Para surpresa de Neil, centenas de alunos se inscreveram. E assim surgiu o conceito de Fab Lab. Desde então, universidades, instituições e pessoas do mundo inteiro se identificaram com a causa e a rede Fab Lab tem vindo a aumentar exponencialmente.